Scripts

Auto Click no Linux

Uma das coisas que mais adoro fazer é automatizar tarefas chatas monótonas.

No Linux a ferramenta que me ajuda na automatização é o xdotool. Ela é muito poderosa, e no passado me ajudou muito, vou colocar um script muito básico, dar cliques automáticos, em um lugar fixo.

Pegar a posição do click

Deixe o cursor do mouse exatamente onde você quer clicar e execute o comando abaixo:

xdotool getmouselocation

Anote o valor de X e Y que serão úteis mais a frente.

Continue lendo

Scripts

Notifição do sistema com Gnome usando Shell Script

Se você gosta de se aventurar com Shell Script certamente já precisou de uma notificação de evento. Então pensei “Já que o Gnome possui uma notificação pronta, por que não utilizá-la?”

Notifição do sistema com Gnome usando Shell Script

É muito simples, basta instalar o pacote libnotify-bin.

Abra o terminal e digite o seguinte comando:

sudo apt-get install libnotify-bin

Agora para criar uma notificação siga a sintaxe:

notify-send -t 3000 "Título da Notificação" "Assunto da Notificação

O atributo “-t” é o tempo em milissegundo em que a notificação será exibida, antes de se ocultar.

A string seguinte é o título da notificação, que é exibida em negrito. Já a outra string é o corpo da notificação.

Caso queira colocar um ícone personalizado, você pode utilizar o atributo “-i” e fornecer o caminho para o PNG do ícone em questão.

Simples não?
Até a próxima! 😉

Dicas, Scripts

Como trocar o user-agent do CURL

O CURL é um comando que gosto e utilizar em alguns scripts meus para capturar dados em páginas web.

bin bash Linux

Alguns sites podem ter filtros de user-agent, caso você queira contornar este filtro, ou fazer acessos que aparentam ser reais(spoof), basta trocar o user-agent do CURL com o seguinte parâmetro

-A "string do user-agent"

Exemplo:

curl -A "Mozilla/5.0 (Windows NT 6.1; WOW64; rv:40.0) Gecko/20100101 Firefox/40.1" https://brunoantuness.wordpress.com

Desta maneira o user-agent informado pelo CURL será a de um Firefox 40.0, e não mais do CURL, que poderia ser visto como suspeito. 😉